SP - 11 2305-9770

NOTÍCIAS

19/09/2017

Kit aprovado para diagnosticar trombofilia hereditária

O teste EUROArray Fator V/II (catálogo: MN 5821-V) destina-se na detecção in vitro por diagnóstico molecular para detecção pontual do fator V de Leiden e do fator II (protrombina) para estimativa da determinação genética de risco para trombose. 

Trombofilia é uma tendência aumentada para coagulação sanguínea. Trombose venosa superficial e profunda e tromboembolia no cérebro, pulmão e vasos coronarianos são as mais frequentes causas de morte. Mais da metade das causas de tromboembolia são causadas por fatores de risco genético.

Na mutação do fator V de Leiden ocorre a troca do aminoácido arginina por glutamina. É o mais importante fator de risco genético conhecido para tromboembolia. A mutação do fator II (protrombina) leva a um aumento do nível de protrombina no plasma através de um mecanismo ainda desconhecido. O risco cumulativo (mutação do fator V de Leiden mais fator II) para trombose venosa é 20 vezes maior. 

Algumas indicações para o teste: pacientes com suspeita ou histórico familiar; embolia/trombose espontânea no início ou meia idade adulta (<45 anos); aborto espontâneo; antes da prescrição de contraceptivo oral ou começo de terapia de reposição hormonal em mulheres, particularmente jovens fumantes. 

 

EUROIMMUN BRASIL-TROMBOFILIA