DESCER

Técnicas

As reações imunológicas que envolvem a ligação antígeno-anticorpo podem ser visualizadas ou quantificadas por meio de diferentes marcadores para o antígeno ou para o anticorpo.

TÉCNICA ELISA

Cobertas com antígenos puros são usadas como fase sólida contendo antígenos.

ELISA - Cobertas com antígenos puros são usadas como fase sólida contendo antígenos.

A Microplaca ELISA EUROIMMUN

O teste de ELISA baseia-se em reações antígeno-anticorpo detectáveis por meio de reações enzimáticas (teste imunoenzimático).
A enzima mais comumente usada nesta prova á a peroxidase, responsável por catalisar a reação de desdobramento da água oxigenada (H2O2) em H2O mais O2.

Princípio do teste

O antígeno purificado fica aderido aos poços da microplaca de poliestireno (fase sólida). Em seguida, adiciona-se o soro do paciente e, caso a amostra seja positiva, anticorpos específicos se ligam aos antígenos da fase sólida.

Na segunda etapa, inclui-se um segundo anticorpo dirigido contra as imunoglobulinas da espécie, que é ligado à peroxidase (conjugado).

Ao adicionar-se o substrato apropriado para a enzima, ocorre a reação de cor. Os orifícios onde ocorreu a reação antígeno-anticorpo apresentam uma coloração. A intensidade da cor produzida é proporcional à concentração de anticorpos na amostra de soro.

Vantagens

Conheça a linha de Produtos da EUROIMMUN

Os produtos da EUROIMMUN, focados no diagnóstico clínico, são desenvolvidos de acordo com as necessidades epidemiológicas e são reconhecidos mundialmente no mercado laboratorial devido à qualidade e tecnologia de ponta utilizada para a produção dos testes, além de contar com uma equipe de profissionais qualificados para suporte ao cliente.